Geral

O líder traidor do próprio governo

Por - 17 de janeiro de 2024 - 14:05

Lealdade? Se vendendo como o político mais leal ao Governador João Azevedo, líder do Governo, Chico Mendes e todo o seu grupo votaram no maior inimigo de João para o Senado, ignorando Pollyanna.

O líder traidor do próprio governo

Há quem diga que lealdade é coisa rara, e custa caro. É bem assim que o governo João Azevedo II trata o seu líder Chico Mendes. Como se fosse uma jóia rara na política da Paraíba, por uma pseudo lealdade canina ao Governador e à sua gestão. Infelizmente Chico Mendes está convencido de que apenas a mãe dele fez filhos malandros, a dos outros, não! Porém nem é preciso ser tão malandro assim para desnudar a tese por trás dessa lealdade desenfreada; numa simples consulta ao site do TRE da Paraíba: fazendo uma rápida pesquisa nos resultados eleitorais oriundos das últimas eleições para Governador e senador na Paraíba, havidas no ano de 2022.

É chover no molhado dizer que nas últimas eleições para Governador e Senador, o principal nome a fazer duras críticas e na sua esmagadora maioria, críticas que colocavam em xeque a honra do atual Governador, era o então candidato a Senador, Ricardo Coutinho, tendo como suplente o primo/irmão do Deputado e atual líder do governo na ALPB, Chico Mendes . Imagine caro leitor, se o líder do Governo tivesse a audácia de votar em Ricardo para Senador?

E não é que foi exatamente o que acabou acontecendo? Chico Mendes e todo o seu grupo político, não só votaram, como arregaçaram as mangas, sobretudo em seu principal reduto eleitoral, São José de Piranhas, hoje governada pelo sobrinho de Chico, Ball Lins.

Foi lá, em São José de Piranhas que se consolidou a maior vitória proporcional do então candidato a senador, Ricardo Coutinho.

Vamos aos números!
Em São José de Piranhas Ricardo Coutinho obteve quase 65% dos votos da cidade, o que representa um total expressivo de 6.227 votos. Enquanto isso, a candidata do Governador João Azevedo, Pollyanna, amargou a terceira colocação, obtendo apenas 782 votos. Perdendo ainda em número de votos, para o Senador eleito Efraim Moraes, o qual obteve 1.200 votos naquele município.

Segue abaixo o link, para quem desejar conferir e constatar um pouco mais de perto, a traição do líder do governo Chefe do Executivo Estadual,  João Azevedo!

https://noticias.uol.com.br/eleicoes/2022/apuracao/1turno/votos-por-estado/paraiba/senador/?cidade=21911

Da Redação.

Notícias relacionadas