Paraíba

O PIX da corrupção eleitoral

Por - 28 de março de 2022 - 12:55

Prefeito Zé Aldemir inaugurou o Pix da corrupção eleitoral em Cajazeiras

O PIX da corrupção eleitoral

O prefeito Zé Aldemir nas últimas eleições municipais, havidas nos idos do ano de 2020, inaugurou o PIX da corrupção eleitoral, através do envio de recursos financeiros da conta da prefeitura municipal para a contas de vários eleitores cajazeirenses, sob o subterfúgio de ajuda á pessoas supostamente em situação de vulnerabilidade social (não confirmada através de documentos comprobatórios)  para o enfrentamento da pandemia, ocasionada pelo vírus da COVID-19, ocasião na qual se deu a distribuição irrefreada dos referidos recursos para inúmeras pessoas, com o fornecimento de cestas básicas, pagamentos de aluguéis, além de pagamentos de faturas de energia elétrica, sem que houvesse qualquer análise prévia por parte da Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social deste município; portanto não havia para a tomada de decisão desta atitude intempestiva, irresponsável e precipitada, adotada pela edilidade pública municipal, uma justificativa plausível, restando a conclusão de que a adoção de tal medida, só poderia caracterizar finalidades meramente eleitoreiras, considerando-se que a ocorrência destas “ajudas” se deu por coincidência, na época em que se avizinhava o pleito eleitoral daquele ano, no qual o atual gestor de Cajazeiras figurava como candidato à reeleição, intento no qual logrou pleno êxito.

Na sexta-feira, dia 13/11/2020, praticamente às vésperas da realização do pleito eleitoral daquele ano, que ocorreria no dia 15 de novembro, várias “ajudas ” foram concedidas a diversas pessoas, conforme se poderá comprovar através deste documento abaixo anexado, oriundo da Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social do município, ao qual esta redação teve acesso exclusivo. Interessante observar a discrepância dos valores concedidos sob o pretexto de “aluguel social”. Há casos em que os valores oscilam com variáveis entre 150,00, chegando até ao montante de 500,00, sem que portanto haja na referida planilha, qualquer documento que comprove a real situação de vulnerabilidade social vivenciada pelos usuários ali elencados.

VEJA PARTE DA PLANILHA E TIRE AS SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES!

No Tribunal Superior Eleitoral (TSE), tramita atualmente a AIJE sob o número: 0600.531-06.2020.6.15.0068 em desfavor do prefeito Zé Aldemir, processo instaurado com o objetivo de apurar o abuso de poder econômico, o qual espera-se que deva puni-lo severamente pelos graves crimes cometidos à frente da gestão municipal em Cajazeiras.

CONFIRA NO ANEXO ABAIXO!

 

 

Da Redação.

Notícias relacionadas