Paula trai Jeová! Promessa de que votaria no deputado para o cargo de Secretário Geral da ALPB não se cumpriu

Por - 1 de fevereiro de 2019 - 17:50

Especulações indicam que o golpe de misericórdia supostamente teria partido de Zé Aldemir.

Paula trai Jeová! Promessa de que votaria no deputado para o cargo de Secretário Geral da ALPB não se cumpriu

 

As novas configurações já se desenharam no âmbito da Casa de Epitácio Pessoa, ALPB. Empossados estão os novos parlamentares estaduais eleitos, na passada campanha de 2018 e os respectivos Membros da Mesa Diretora da Câmara Legislativa da Paraíba, eleitos de modo indireto na manhã de hoje, dia (01/02/2018).

Entretanto, não é este o foco que deve chamar a atenção dos cajazeirenses neste ensejo. Acontece que foram completamente frustradas as expectativas do Deputado Jeová Vieira Campos (PSB) no tocante à segurança do voto de Dra. Paula, deputada agora empossada e primeira dama do município de Cajazeiras, que seria dado em seu favor, para o cargo de Secretário Geral da Mesa Diretora, em relação aos biênios 2019-2020. O ato ocorreu em sessão preparatória para a solenidade de posse dos parlamentares que ora iniciam o seu mandato.

Como já era de se esperar, o gestor cajazeirense, cometeu, com a aquiescência da esposa, uma vez mais, a prática espúria e costumeira de trair os “amigos” e desta feita, a bola da vez foi o deputado Jeová.

O excelentíssimo prefeito Zé Aldemir, tal qual já é sabido publicamente, demonstra como característica predominante de sua personalidade deturpada,  a amaldiçoada tradição de Judas Iscariotes, e vem comprovar esta premissa,  descumprindo o acordo que certamente fora firmado de maneira prévia entre ele, sua esposa Paula e o deputado Jeová.

Dra. Paula parece mesmo ter estudado minuciosamente na cartilha elaborada pelo marido, acerca das conjunturas gananciosas e dos acordos degenerados que devem pautar as condutas dos maus políticos, daqueles de quem o eleitor parece pretender se libertar, porém, ainda sem êxito. Ela efetivamente aprendeu a jogar o jogo sujo do poder!

Todavia, contrariando esta atitude, o deputado estadual Júnior Araújo, cumprindo com o compromisso numa tácita comprovação de sua retidão de caráter, do primor pela mantença de da integridade moral e da honradez, cumpriu fielmente com a palavra que empenhara. Confirmou o seu voto no amigo e agora colega parlamentar, deputado Jeová Vieira Campos.

É óbvio que devem o prefeito e sua amantíssima esposa, terem pensado única e tão somente em locupletarem-se de alguma maneira. Ora, é de conhecimento público que em meio à campanha eleitoral que elegeu Dra. Paula para uma vaga na ALPB,  havida em outubro dos idos de 2018, o prefeito cajazeirense realizou várias tratativas e alianças políticas sem o menor escrúpulo. Em se tratando do último acontecimento, a sua postura não poderia se dar de outro modo.

Assim sendo, resta aludir que apenas fez jus a imagem que já está construída sob a base das falsas promessas, da sordidez e do descompromisso.

Para este biênio (2019/2010) fora recebida apenas a inscrição de uma chapa. Assim, de modo unânime, o deputado Adriano Galdino (PSB) foi confirmado como  Presidente da Assembleia, por meio de votação unânime (num total de 36 votos válidos). O restante da Mesa Diretora da ALPB ficou assim composta, após a votação que se deu de modo não concorrencial: Genival Matias – 1º vice-presidente; Manoel Ludgério – 2º vice-presidente; Inácio Falcão – 3º vice-presidente; Camila Toscano – 4ª vice-presidente; Nabor Wanderley – 1º secretário; Bosco Carneiro – 2º secretário; Edmilson Soares – 3º secretário; Walber Virgolino – 4º secretário; Moacir Rodrigues – 1º suplente; Galego Souza – 2º suplente; Dra Paula – 3º suplente e Caio Roberto – 4º suplente.

Da Redação.

Notícias relacionadas