Não resistiu! Morre no HRC rapaz que havia sido atingido por tiros na manhã de hoje nas Casas Populares

Por - 23 de dezembro de 2018 - 13:21

Não resistiu! Morre no HRC rapaz que havia sido atingido por tiros na manhã de hoje nas Casas Populares

Foi registrado na manhã de hoje, domingo (dia 23/12/18) no bairro Casas Populares, situado na Zona Norte de Cajazeiras, um homicídio que vitimou fatalmente um cidadão e deixou ferida sua sobrinha.

A vítima fatal que foi identificada como sendo o Sr. Antônio Ramalho Martins (popularmente conhecido pelo apelido de Hominha), de 36 anos de idade, era funcionário da empresa Netline Telecom, uma das principais provedoras de internet em Cajazeiras, onde trabalhava como motorista.

Segundo informações, repassadas pela Polícia Militar a esta Redação, o crime ocorreu quando a vítima em companhia de amigos e parentes estava em confraternização em frente à sua residência.

Testemunhas presentes ao local do fato informaram aos policiais que atenderam a ocorrência, que os disparos teriam sido efetuados por um sargento reformado da Polícia Militar, identificado apenas pelo nome de Anchieta. Uma sobrinha de Antonio Ramalho, de nome Gislaine Ramalho dos Santos, de 25 anos, também foi atingida no ombro pelos disparos e foi conduzida ao HRC.

Outras informações, deram conta que as vítimas ouviam o som de um carro que estava estacionado na calçada de casa, quando o militar chegou ao local e se sentindo incomodado, exigiu que o volume fosse diminuído, o que foi prontamente atendido pelo proprietário do veículo.

No entanto, alguns instantes depois, se tem conhecimento de que o militar passou a proferir desaforos contra eles e em seguida efetuou vários tiros acertando em cheio o peito da vítima e o braço de sua sobrinha Gislaine Ramalho.

As vítimas foram socorridas para o HRC, onde o Sr. Antônio Ramalho (Hominha) ainda chegou a ser submetido a um procedimento cirúrgico, porém não resistindo à gravidade dos ferimentos, veio à óbito  por volta das 11h50 da manhã de hoje, durante a realização da intervenção, no Bloco Cirúrgico daquela unidade hospitalar.

O autor do crime foragiu do local e até o fechamento desta edição, não havia sido localizado pela polícia.

Da Redação com informações da TV Sertão da Paraíba.

Notícias relacionadas