Prefeito de Tavares, no Sertão da Paraíba, é preso suspeito de recebimento de propina

Por - 30 de novembro de 2018 - 11:44

Ailton Suassuna deve responder por crimes, concussão, peculato, organização criminosa e corrupção passiva

Prefeito de Tavares, no Sertão da Paraíba, é preso suspeito de recebimento de propina

O prefeito do município de Tavares, Ailton Suassuna (MDB), teve a sua prisão preventiva decretada na manhã de hoje, sexta-feira (30/11/18). A prisão de Ailton aconteceu após um desdobramento da Operação República, promovida pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) em ação conjunta com a Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deccor).

O prefeito é suspeito de haver cobrado, juntamente com o irmão Michael Suassuna, propina de uma empresa fornecedora da prefeitura. Michael era o atual Secretário de Finanças do município. O mandado de prisão do irmão do prefeito foi cumprido na cidade de Patos no último dia 14 de novembro e  a soltura aconteceu no dia 22 de novembro deste ano.

Os desembargadores da Paraíba vem chamando o feito à ordem e se demonstram engajados em travar uma verdadeira cruzada contra a corrupção com a finalidade de resgatar a moralidade no trato da coisa pública em terras paraibanas.

Além deste fato de hoje, se tem conhecimento através de informações obtidas de fontes seguras, que na capital do Estado se comenta que em breve um outro prefeito de uma importante cidade da Paraíba, vem sendo investigado pelo MPPB e também poderá ter mandado de prisão expedido por suspeitas em corrupção e fraudes em licitações..

O MPPB recebeu uma denúncia advinda do dono de uma loja de automóveis que estaria vendendo veículos para a prefeitura. O dono da concessionária que vencedora da licitação naquele município relatou que foi procurado pelo prefeito com a proposta de que fosse feito o pagamento propina para que o processo licitatório fosse facilitado.

De acordo com informações do delegado Allan Murilo Terruel, à frente das investigações, o suspeito deverá responder por crimes de responsabilidade, concussão, peculato, organização criminosa e corrupção passiva. O vice-prefeito de Tavares, Luiz Poeta, provavelmente assumirá a prefeitura ainda nesta sexta-feira (30/1118).

Da Redação.

Notícias relacionadas