Operação Ressonância: Nova fase da Lava Jato cumpre mandado na Paraíba.

Por - 4 de julho de 2018 - 11:17

Operação investiga esquema de corrupção em licitações na Saúde.

Operação Ressonância: Nova fase da Lava Jato cumpre mandado na Paraíba.

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (4) a Operação Ressonância para prender empresários do setor de equipamentos de saúde. São alvo de mandados de prisão e busca e apreensão pessoas ligadas a grandes multinacionais que atuam no setor. Há ao menos dois mandados de prisão contra executivos da Philips do Brasil. A investigação menciona outras grandes empresas internacionais.

Um dos alvos da operação é o empresário Miguel Iskin, que já havia sido preso na Operação Fatura Exposta, e solto em dezembro por decisão do ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal). Ele é apontado como um organizador do cartel de pregões internacionais, informa reportagem da folha.

Além do mandado de prisão contra Iskin, há outros 21 a serem cumpridos por determinação do juiz Marcelo Bretas. Côrtes é alvo de um mandado de busca e apreensão – outros 42 são cumpridos na Paraíba, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e no Distrito Federal. A prisão, na Paraíba, aconteceu no bairro de Intermares, e o nome completo do suspeito ainda não foi revelado pelas autoridades.

A suspeita é que o grupo embutia nos preços de equipamentos médicos importados impostos de até 40% que órgãos públicos não são obrigados a pagar. Dessa forma, o valor das taxas saíam dos cofres públicos para os fornecedores para, depois, serem repassados aos integrantes da quadrilha.

Fonte:http://www.paraibaradioblog.com/2018/07/04/operacao-ressonancia-nova-fase-da-lava-jato-cumpre-mandado-na-paraiba/

Notícias relacionadas