Sob forte comoção, pai se despede da filha durante velório em Uiraúna!

Por - 25 de junho de 2018 - 20:00

A tão esperada autorização judicial para a participação do pai no velório da filha finalmente aconteceu, porém, com uso de algemas!

Sob forte comoção, pai se despede da filha durante velório em Uiraúna!

Créditos da imagem: acervo pessoal.

 

Créditos: acervo pessoal.

Nesta segunda-feira, se deram na circunvizinha cidade de Uiraúna, o velório e o sepultamento da garotinha Jamily Nadir Coelho, de 05 anos, que falecera na tarde de ontem, domingo, dia 24/06/2018, após lutar intensa e bravamente pela própria vida.

Jamily havia sido diagnosticada com encefalopatia metabólica e padecia deste mal que se caracteriza como patologia grave.

Durante todo o dia de hoje um forte sentimento de consternação e solidariedade humana tomou conta das redes sociais de Cajazeiras e região por força de um fato atípico havido em referência as honras fúnebres da menina.

O pai da garotinha, Flávio Coelho que ganhou grande destaque na mídia após acorrentar-se por duas vezes em vias públicas, sendo uma em frente ao Fórum Ferreira Júnior e em outra ocasião, em frente à 9ª Gerência Regional de Saúde, sediada em Cajazeiras para pedir que fosse garantida a sua medicação diária a ser de direito e dever, fornecida pelo poder público.

A menina fazia uso de uma medicação de administração diária e de alto custo, muito além da capacidade de aquisição dos pais, dados os insuficientes recursos dos quais dispunham a família.

Era inclusive alimentada por sonda via oral e por um leite especial que custava por lata, a exorbitância de R$ 1.600,00 (mil e seiscentos reais) perfazendo ao mês o valor total de R$ 11.200,00 (onze mil e duzentos reais).

Ocorre que há algum tempo, conforme noticiado à época do ocorrido pela imprensa local, Flávio Ferreira de Assis Coelho, está preso sob a acusação de haver cometido crime de tentativa de homicídio.

Quando se deu a fatalidade com a filha, logo foi gerada uma grande comoção popular na cidade e região, com os incessantes pedidos da população através de clamor nas redes sociais para que a justiça não lhe negasse o direito (legítimo) de despedir-se dela por quem tanto lutou.

Se for verdade que a voz do povo é mesmo a voz de Deus, ao menos neste caso, parece que a máxima se fez justificar. Após intenso clamor dos internautas nas redes sociais a justiça se mostrou sensível e permitiu que Flávio pudesse dar o último adeus a sua pequena Jamily.

A concessão aconteceu, porém, ocorreu sob forte emoção e em minutos estava viralizada nas redes sociais a imagem do último abraço!

Sob o peso implacável da lei, Flávio compareceu ao velório debaixo de forte escolta e usando algemas, causando nos presentes, amigos e familiares, um enorme sentimento de revolta. No entanto, decisão judicial é decisão judicial. Não se discute, se cumpre! “Dura Lex, Sed Lex”, em outras palavras, a lei é dura, mas, é a lei!

Da Redação.

Notícias relacionadas