Quarto ‘espartano’ e TV ‘muito simples’: as primeiras 24 horas de Lula preso em Curitiba

Por - 9 de abril de 2018 - 12:57

Ex-presidente passou o domingo ‘tranquilo, mas muito cansado’, segundo senadora Gleisi Hoffmann, e recebeu visita de advogado.

Quarto ‘espartano’ e TV ‘muito simples’: as primeiras 24 horas de Lula preso em Curitiba

Imagem: BBC Brasil

Em seu primeiro dia preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva acordou em um quarto “espartano”, tomou café com pão e assistiu ao jogo do seu time em uma TV “muito simples”, disse uma fonte da PF à BBC Brasil.

O ex-presidente chegou ao local por volta das 22h do último sábado, e foi recebido por duas multidões separadas por um cordão da Polícia Militar do Paraná. Uma delas entoava palavras de ordem como “Lula guerreiro do povo brasileiro”. A outra gritava “Lula, ladrão, seu lugar é na prisão”.

Pouco depois de sua chegada, a polícia dispersou a multidão de simpatizantes de Lula que acampavam diante do prédio com gás lacrimogêneo e balas de borracha. Sem tumulto, o grupo de detratores também foi afastado.
Os militantes do PT e de outros movimentos sociais, no entanto, prometem manter o acampamento – e expandi-lo – nos próximos dias, no entorno do prédio.

“Estão chegando mais 40 ônibus de outras cidades, vamos ter mais uma bateria também. Como foi tudo rápido, leva um tempo para o pessoal se organizar, alugar ônibus. Mas a tendência agora é só crescer”, disse à BBC Brasil Maiara Oliveira, secretária de organização da União da Juventude Socialista (UJS) e parte da Frente Brasil Popular, que coordena o acampamento.

Lula não comeu na noite de sábado, e não se sabe se teve alguma reação às manifestações do lado de fora da prisão.

Na noite de sábado, Lula foi levado do heliporto a uma cela especial no terceiro andar. A sala, adaptada para recebê-lo, fica no centro do prédio e tem três janelas que receberam películas escuras, para impedir o contato com o lado de fora.

No final da tarde, ele assistiu ao jogo entre Palmeiras e Corinthians pelo Campeonato Paulista.

“Da última vez que eu vi, o time dele estava ganhando de um a zero. Então acredito que o ex-presidente deve estar muito feliz”, disse o policial federal ouvido pela BBC Brasil.

Fonte: Terra com BBC Brasil

Notícias relacionadas